segunda-feira, 4 de maio de 2009

sonhos

O que faremos quando atingirmos o maior dos nossos sonhos?

A terra deseja o céu. O sol deseja a lua. Metáforas impossíveis que descrevem a procura incessante caracterizadora da nossa vida. Lutar é visto como meio mas tomado como objectivo. Resignamo-nos, às vezes, com coisas que valeriam a pena – nunca sabemos, fica sempre o bicho da fruta que nos impele para aquilo que poderia e não para o que poderá – mas corremos, lutamos tentamos os acontecimentos com a probabilidade mais remota. Esta é que nos seduz, motiva. Partimos, frequentemente, em busca de preencher o que julgamos ser um espaço vazio. Nunca pensamos que esse espaço é para estar vazio, e se está cheio do conteúdo próprio, não está vazio, logo não temos de o preencher. Neste caso, estará, o espaço vazio, cheio. Partimos. Voltamos, com mais espaços vazios.Que faremos quando cumprirmos os nossos sonhos? Arranjaremos outros? E esses outros, possuirão, a sua essência no que outrora tivemos, mas do qual abdicamos em detrimento dos sonhos da altura?

3 comentários:

Carla disse...

Oi*....pronto..aqui estou eu a comentar..
tens aqui uma refexão..cuidado! lol
Talvez um dia quando nos depararmos com essa situação, consigamos responder ás tuas perguntas..
Beijinho

PS: escreves cada vez melhor ;)

Verinhaa disse...

Hum... Hoje vi um filme que a conclusao era exactamente sobre o que escreveu!
Gostava de um dia responder às suas questoes sobre os sonhos!

BeijiinhO*

Catarina* disse...

As grandes perguntas merecem grandes respostas. Hoje estou um bocado limitada e resumida, logo terá que ficar para outra altura.

Mas gostei sim senhor!!

=)

Beijinho meu caro *